quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Novos Atos #1 - Amizade




   A amizade é uma das relações mais badaladas de hoje em dia. Todo mundo tem um amigo, ou pelo menos chama alguém de amigo e deposita nesse alguém certas necessidades. Faz bem pro ser humano saber que existe alguém – ou alguém’s – que apesar de não possuir nenhuma obrigação sanguínea contigo te ama e te respeita do jeitinho que Deus mandou você pra Terra. É lindo desenvolver esses laços, e até muito saudável. Mas o que eu quero trabalhar aqui é: Até onde vai a sua lealdade? Quais são os seus limites? Até onde você se arrisca por essa amizade? Até onde você abre mão das suas vontades por essa pessoa que você chama de amigo? O que Deus espera dessa relação?

   A verdade é que é muito conveniente tratar bem e respeitar alguém que é recíproco. É fácil e leve. A Palavra diz que até o ímpio ama seus queridos (vide Mateus 5, 43-48), a diferença entre uma amizade que envolva o amor em sua essência e uma amizade descartável, está no sacrifício envolvido para que aquele relacionamento sobreviva a todas as adversidades. Deus coloca a prova. E muitas vezes o cotidiano leva as pessoas à idiotice, é natural. A diferença está em como você responde a isso. Se paga na mesma moeda, se perdoa, se dá apenas três chances... O mundo te apresenta mil e uma maneiras de levar sua amizade, enquanto Deus te apresenta apenas uma: Ame! 

    Uma vez que você assume esse compromisso, você tem que estar disposto a assumir a responsabilidade. A amizade legítima não é essa relação passageira e fútil como as novelinhas globais apresentam. Amizade é morrer pra si, é se sacrificar, é ser verdadeiro, é pedir desculpa até quando o erro foi do outro. Não é tão simples, mas também não é tão impossível. Você é livre pra abrir mão da sua amizade quando achar que vale mais a pena, mas na maioria das vezes as pessoas abrem mão por fraqueza, por depositarem sua força no lugar é errado. Os seus amigos precisam de você mais do que você supõe. E se ele te dá muitas dores de cabeça é porque ele tem muitos problemas, e precisa muito de alguém que esteja ao seu lado incondicionalmente, nem que seja apenas pra ser presença corpórea, sem palavras. Se o seu amigo vive dando cabeçada por aí e recusa a sua ajuda e seus conselhos, É PORQUE ELE PRECISA MUITO DA SUA AJUDA, mas sua prepotência ainda não o permitiu ser ajudado AINDA. 


Não brigue, não bata de frente, não destrua APENAS REZE E ESTEJA LÁ QUANDO ELE PRECISAR E REALMENTE QUISER A SUA AJUDA. Quando ele estiver aberto, e quiser recomeçar. Lembre-se de que você não está livre de errar e de agir feito um idiota às vezes.

   Uma amizade verdadeira enobrece o espírito. Se todos estivessem dispostos a viver isso radicalmente, tenho certeza de que o mundo estaria bem melhor. Você quer um milagre? Então seja um! Morra pra si, peça perdão, não deixe pra amanhã, abrace, ame e cultive bons pensamentos. Comece pequeno, e Deus fará o grande, porque Ele é bom e entende mais de amizade do que qualquer um de nós.


Por um 2012 melhor e mais fraterno.
Juliana Poiares.

0 comentários:

Postar um comentário